segunda-feira, 19 de março de 2012

Uma maneira de estar...

RESPEITO
O respeito juntamente demonstra um sentimento positivo de estima por uma pessoa ou para uma entidade (como uma nação, uma religião, etc.) e também ações especificas e condutas representativas daquela estima. Respeito também pode ser um sentimento específico de consideração pelas qualidades reais do respeitado. Pode também ser conduzido de acordo com uma moral específica de respeito. Ser rude é considerado uma falta de respeito (desrespeito) enquanto que ações que honram a alguém ou a alguma coisa são consideradas respeito. Morais especificas de respeito são de importância fundamental para muitas culturas. Respeito por tradições e autoridades legitimas são identificadas por Jonathan Haidt como um dos cinco valores morais fundamentais compartilhados para um maior ou menor por sociedades diferentes e indivíduos diferentes. Respeito não deve ser confundido com tolerância porque tolerância não diz necessariamente nenhum sentimento positivo, e não é compatível com desprezo, o contrário de respeito A palavra respeito vem do latim respicere que significa olhar para trás. Isso evoca a idéia de julgar alguma coisa em relação ao que foi feito quando é valoroso ser reconhecido. Além, a noção de respeito implica que pode ser aplicado para uma pessoa que fez algo certo, mas também para qualquer coisa afirmada no passado como uma promessa, a lei, etc. Isto também é porque na maioria dos idiomas, é dito que o respeito deve ser merecido.

IDENTIDADE
É o conjunto de caracteres próprios e exclusivos com os quais se podem diferenciar pessoas, animais, plantas e objetos inanimados uns dos outros, quer diante do conjunto das diversidades, quer ante seus semelhantes.
É o compartilhar de várias ideias e ideais de um determinado grupo.

COERÊNCIA
 É a relação lógica entre as ideias, pois essas devem se complementar; é o resultado da não contradição entre as partes do texto, fazendo referência a termos e expressões anteriormente empregados. 

ATIVISMO
Pode ser descrito como qualquer doutrina ou argumentação que privilegie a prática efetiva de transformação da realidade em detrimento da atividade exclusivamente especulativa

sexta-feira, 16 de março de 2012

Revista Adeptos

Relax

Isto não costuma ser a pedido, mas aqui vai manecas!!

FARENSE 5-1 Caparica

Se perguntar a 3 pessoas distintas a definição de Ultra, dar-me-ão, adjectivos diferentes para a mesma definição, eu respondo-vos com um só nome...SOUTH SIDE BOYS!
Serei sempre suspeito aos olhos de muitos por pertencer a Velha Guarda "Orgulhosamente" deste mesmo grupo, mas olhos dos meus será mesmo legitimo tal visão e de outros que regularmente nos acompanham também não pois voltam sempre. Como vos disse noutras ocasiões, sempre que tenha oportunidade vou ver um jogo fora, sem que seja do nosso Farense, seja em Portugal ou no estrangeiro, já estive no meio dos maiores grupos da Europa e de Portugal,acompanhando em transfertas ou nas suas curvas , cada um ao seu estilo e com a sua própria maneira de estar, mas a nível de mentalidade parece que seguem um manual (com todo o merecido respeito que todos merecem), acompanham as modas, copiam cânticos de outros, tentam ser mais maus que outros, isto de uma maneira cega, fazendo com que percebam que eles próprios só serão fortes quando assumirem a sua própria identidade. De todos os jogos que tive o privilegio de acompanhar diverti-me em todos e guardo excelentes experiências, mas...nenhum se compara o meu grupo. Passo a explicar... a chegarmos aos 18 anos de idade, muitas foram as lutas que mantivemos na construção do nosso ideal, não é fácil apoiar um clube pequeno num pais em que a cultura da clubite prolifera, não é fácil criar um grupo de um clube pequeno, que não ganha títulos, em que cada vez que chega a uma final é um marco na sua história, que em cada jogo fora um empate é ouro, em que cada época acaba com mais golos sofridos que marcados, em que os € não abundam, em que cada jogo fora, não nos espera um mar de gente contaminada pela clubite a nossa espera para encher a curva, mas sim que tenhamos que lutar arduamente para encher um BuSS, não é facil convencer um jovem que desde pequeno é educado pelos pais a seguir um dos grandes que ele apoia, a apoiar um clube que anda pelos distritais cheio de dividas, sendo dado como morto por muitos, e que na sua geração pouco ouviu falar....mas essa foi a nossa luta! Não foi facil impor na bancada num pequeno grupo de 15 elementos ( nas épocas mais criticas), a postura de cantar o jogo todo( era quase uma imposição. era...), de ter um só clube, de abdicar de uma vida, para dar mãos a um outro modo de vida e acompanhar TODOS os jogos, de perder horas semanais a preparar coreografias e escrever frases para aparecer por breves minutos num estádio quase vazio, mentaliza-los a chegarem cedo a todos os jogos, fazer com que encarassem cada jogo como uma final, fosse com a Safol como se fosse com um Grande ...não foi facil, mas foi a nossa luta, que afim ao cabo não viamos como luta mas inconscientemente estávamos nós próprios a assumir esse mesmo modo de vida e quando demos por nós chegamos a este ponto...3gerações ininterruptas de ultras!
Estes ultras vão para cada jogo com uma enorme paixão e devoção, de uma maneira fanática com eu gosto,um único intuito que é apoiar o grande FARENSE, estes ultras não provocam mas são orgulhosos, estes ultras não atacam mas sabem defender-se, estes ultras dão força nas vitórias e não viram costas na derrota, estes ultras são fieis e não viram a cara a luta em quaisquer circunstâncias, estes ultras divertem-se na bancada, estes ultras são de Faro!
Isto tudo para falar do jogo com Caparica...neste jogo, chego ao estádio ainda as portas estavam fechadas mas já existia fieis sócios a espera que abrissem, sigo para a sede para beber uma antes de entrar, já estava bem composta e depressa fica melhor...sigo para o estádio e já vários ultras ocupavam o sector. Chegar cumprimentar os habituais, rever velhos, a bancada fica ainda mais composta e ainda faltam largos minutos para o jogo ( algo se passa de diferente...e eu hoje não enviei sms!), com ambiente de amena cavaqueira, as bandeiras desfraldadas já esperam para entrada dos jogadores e quando esse momento acontece todos se levantam e os cânticos sucedem-se naturalmente! Esta era a nossa luta! A bancada tem apenas uma única maneira de estar durante os 90minutos...FORTISSIMA! Cânticos ininterruptos e sempre em alta intensidade, esta era a nossa luta! Celebramos com eles nos golos marcados e apoiamos o Serrão aquando do golo sofrido, esta era a nossa luta!mais de 100 ultras no sector, esta era a nossa luta! Agora meus amigos é a nossa maneira de estar...e sinto-me orgulhosos disso! Do jogo em si, o nosso Farense goleou por 5-1 e pouco mais há a dizer, para alem do facto de se ter idealizado uma faixa acerca do aniversário do Cannigia que não chegou a ser concebida, mas o tributo seria merecido! Ele é enorme e a sua postura e devoção merecem o estatuto que o eterno capitão Carlos costa tinha para nós!
Para terminar e sabendo das visitas de outros ultras, espero que não vejam as minhas palavras em relação ao restante panorama como depreciativas, alias, posso dizer que Portugal esta diferente, cada vez mais apoiam os clubes da sua terra e isso vê-se pelo o aumento de grupos ultras no panorama nacional, o que mostra que as mentalidades estão a mudar. Espero que sim pois temos qualidade suficiente, basta apenas a mentalidade...desliguem-se da net e divirtam-se com os vossos, na vossa bancada e a VOSSA maneira!
Saudações ultras!

ÉS DO FARENSE? FAZ-TE SÓCIO!!!





Este video contém 3 dos 5 golos



fotos e video retirados de : www.southsideboysfotos.blogspot.com/

quarta-feira, 7 de março de 2012

Relax!

U.Montemor 1-2 FARENSE

Quem diz que deitar cedo e cedo erguer dá saúde e faz crescer...engana-se!!! Tentando seguir esta máxima, aproveitando o facto de sair cedo do trabalho no sábado e no domingo estar de folga, deito-me cedo para tentar estar nas melhores condições para a transferta a Montemor... levanto -me cedo e cedo chego a concentração! Com uma magnifica viagem para cima, já em Montemor começo a sentir sintomas do que me acompanha até ao dia de hoje...fucking sick!! Pois bem...chegado a concentração onde poucos se encontravam, mas não necessitaria de muitos minutos para todos os ultras chegarem. Com o Buss cheio, um carro a escoltar e uma carrinha saída de Lisboa, estaríamos perto de 60 ultras, para o apoio ao grande FARENSE e tentar voltar invictos para Faro! De salientar a presença de vários elementos novos no que toca a transfertas, o pessoal novo que nos chega começa a quebrar preconceitos e aproxima-se rapidamente do nosso grupo, tornando o nosso trabalho mais fácil para a transmissão dos nossos ideais e maneira de estar, esse papel toca a todos nós, para que o nosso crescimento continue a ser sustentado e sem perda de identidade. A viagem até começou calminha...amena cavaqueira e excelente ambiente, muitos copos mas tudo controlado! até que nos chega...o liquido milagroso, graças ao nosso Taberneiro "André". Uma viagem cheia de revelações...o pessoal pensa no futuro e começa a investir na Nova Guarda a longo prazo. PARABÉNS A NÓS PESSOAL!! Chegados a Montemor, vamos de imediato para o "Polo Norte", um café onde se concentrava o grupo do U.Montemor "Ultras Alvi-Negros", aquando da nossa deslocação a 2épocas atrás, mas parece que foi apenas moda, o que não nos demoveu da ocupação deste espaço. Depois de confratenizarmos com os locais e de uma despedida digna de um casamento Grego " Apenas na parte em que partem a loiça...", deslocamo-nos para o estádio. Bancada pequena, com uma cobertura baixa fazendo com que a acústica fosse excelente. O nosso Farense entra tranquilo no jogo "Postura de campeão", marca por sorte, dilata a vantagem e faz o suficiente daqui para a frente para aguentar a invencibilidade. O Montemor ainda reduz e fez a sua pressão na tentativa de chegar a igualdade, mas foi gurada! Na bancada...posso começar a ser repetitivo no que toca a nossa prestação, mas a verdade e que esta época o apoio tem sido fora de série! 90 minutos a cantar e não exagero ao dizer que 5segundos sem um cântico parece uma eternidade e são momentos muitos raros! Parabéns Rapazes!! Somos Grandes!!
Fim de jogo e regresso a nossa capital Faro, com o ambiente de festa que é característico...e que festa, que ambiente, que familia!!! Com as Sorellas (sim...pois por mais que digam que saíram ou que já não fazem parte...para nós, vocês serão sempre as Sorellas!) , a minha "Maninha" e a senhora Charmosa " Apelidada assim pelo Sonecas" a partirem a loiça toda na traseira do Buss! Também não podiam faltar os discursos que já vão sendo habituais, embora alguns sejam dispensáveis e comecem a perder a sua graça... Dadas as minhas limitações, a minha viagem de regresso foi bastante calminha e deu para ter a percepção de muitas coisas! Com quase 18anos de vida e com quase 18anos de luta contra muitos preconceitos e contra certas associações politicas, a minha tolerância para certo tipo de discursos vai sendo pouca ou mesmo nenhuma! Podemos passar por hipócritas e eu não sou hipócrita, sou ultra Farense!!! O que levou muito tempo a lutar pode ir por água abaixo em segundos...temos que ter atenção, pois a presença no Buss já não se resume aquele grupo forte, que esta sempre presente...estamos a crescer e seremos mais! E tal como salientei no inicio desta crónica, o nosso papel é primordial na passagem dos ideais certos...os ideais ultras!!!
Para a semana é contra os Pescadores no nosso S.Luis, NÃO FALTES!!! Podemos acabar  o campeonato invictos e se tudo correr de feição, existe a possibilidade de na fase de subida termos 5 de 6 equipas do Algarve!




quinta-feira, 1 de março de 2012

Revista Adeptos

Relax

FARENSE 3-2 Fabril

Domingo, dia de Futebol! Desta vez recebíamos o Fabril e vínhamos para este jogo com o estatuto de únicos invictos em Portugal, dada a derrota do Benfica em Guimarães, o tornava este jogo mais apelativo.
Na bancada preparou-se uma coreografia, nada de especial, mas que da sempre outra cor ao sector por mais simples que seja, sou apologista desta postura. Reutilizou-se o pano da "Morte" ladeando com plásticos brancos e pretos. Foi um prazer ver o voluntarismo dos miúdos em querer ajudar a participar na concepção da mesma. Penso que algum trabalho feito junto dessa massa mais jovem, começa agora a dar os seus frutos!
Do jogo em si...foi um jogos mais intensos que tenho memória de ter visto do nosso Farense. Desde já, tiro o chapéu ao Fabril, o adversário mais difícil no nosso S.Luis e agradecer por me terem feito ver o nosso S.Luis acreditar e lutar quando já se julgava o jogo como causa perdida e como a muito não via! A primeira parte acabou sem golos, foi feita de muita luta no meio campo e ambas as equipas tiveram as suas oportunidades.A segunda parte seria diferente.O Farense inaugura o marcador aos 55m por intermédio  de Atabu "que exibição", mas a festa foi de pouca dura...aos 57 era reposta a igualdade e aos 62 vemo-nos me desvantagem. O S.Luis tremeu? NÃO! O S.Luis acreditou e lutou, acreditou e gritou quando atacávamos, acreditou e pressionou e quando perdíamos uma bola, acreditou e aplaudiu quando a recuperávamos, cantou Farense connosco, saltou connosco, ofendeu connosco...VIROU INFERNO!!!
Agora fechem os olhos...sintam este ambiente que vos descrevi, O Guarda redes do Fabril apimentava as coisas com provocações constantes, e virava ponto primordial de pressão, 5minutos para acabar o jogo, lance na aréa...mão na bola que o arbitro não marca, bola para fora bola de para dentro e o Guarda Redes tira a bola de dentro da baliza...o arbitro manda seguir! O S.Luis fica LOUCO e o Farense continua a perder...minuto 87, a pressão continua, canto...GOLO!!!!!! Sani, depois de tanto desperdício compensava desta maneira. Tanta pressão, tanto querer, resultava num extanse no nosso estádio de S.Luis!!! Todos se abraçaram, todos corriam, saltava, gritavam...LOUCURA!!! O S.Luis Descansou? NÃO! O S.Luis correu atrás da vitória e pressionou, o Farense pressionou!!! E ao minuto 93 chegava aquilo que todos nós acreditávamos que iria acontecer, tal não foi a intensidade com que lutamos! De um livre soberbamente marcado nasce o golo da vitória!!E que golo...e que festa!!! Continuamos invictos!!
O jogo terminaria logo de seguida, mas as fortes emoções acompanharam-me até a hora de deitar e o sorriso parvo não me saiu da cara!
Acredito que tudo tem uma razão de acontecer...e acredito que se o nosso Farense desceu até onde desceu foi porque assim tinha que ser...vamos voltar a crescer como todos nos conheceram, voltaremos a dar a sentir o Inferno de S.Luis, voltaremos a ser muitos, voltaremos a ser fortes, voltaremos...PUROS!!! Sem clubites ou raio que se pareca, voltaremos a ser o FARENSE que os nosso antepassados fundaram, orgulhosos da nossa cidade e do nosso clube o SPORTING CLUBE FARENSE!!!
E quando lá chegarmos...mostraremos aos fracos que nunca acreditaram, aos fracos que sempre descredibilizaram a nossa luta, aos fracos que ainda andam nas ruas da nossa cidade, que o FARENSE VIVE e nós nunca o abandonamos!!!
Aos South Side neste jogo, numa nota de 0 a 10...daria um 15!!!

Destaque para as palavras do nosso jogador Barão, no seu Blog Pessoal: http://networkedblogs.com/uu1Fx

"Nota de destaque, mais uma vez para o 12º jogador que foram os adeptos do S.C.F... em especial para o papel da claque, que teve uma importância enorme neste triunfo, pois só quem joga futebol pode talvez compreender o que estou a dizer. A equipa do fabril "atemorizou-se" o guarda redes do fabril "tremeu" por todos os lados e a equipa do farense agigantou-se por completo com a postura da claque!!! A todos o muito obrigado..".







Minuto 4:40, golo da vitória!

                                     FARENSE POR PAIXÃO, SOUTH SIDE POR OPÇÃO

FARENSE 3-2 Messinense

Jogo em casa, o primeiro de uma serie de 2 consecutivos, este era com o Messinense, a quem eu apelido de Farense B, tal o numero de jogadores de jogadores que por cá passaram recentemente e quem todos devemos um obrigado pela devoção e por terem ajudado a trazer o nosso clube aos nacionais!
Jogo tranquilo, que de uma possível goleada acaba com um resultado renhido e que é totalmente enganador.
Na bancada, o sector estava muito bem composto, numa média que vai crescendo de jogo para jogo a olhos vistos, a postura foi o habitual, 90 minutos sem parar, a cantar! Este é um momento a que não estamos habituados, chegamos a esta fase do campeonato invictos e partilhamos esse estatuto com o Benfica, os únicos invictos em Portugal! Isto enche-nos de orgulho e não tenho memória de alguma vez termos estado nesta posição, tirando um momento de invencibilidade do nosso clube nas épocas de 92/93 a 93/94 em que estivemos invictos mas apenas nos jogos em casa, o tal Inferno de S.Luis...esse trajecto iniciou e terminou com a recepção ao Sporting, precisamente, 1ano despois. De momento ainda não ganhamos nada, mas estamos no caminho certo e com a atitude certa...temos que encarar cada jogo como uma final e GANHA-LOS TODOS!!!! Até ao objectivo principal que é subir de divisão e se por acaso nos mantivermos invictos até ao final, melhor ainda, só abrilhantará mais o nosso sucesso!! SOMOS O FARENSE!!!
Para terminar, os Parabéns a Andreia e bem-vinda a Velha Guarda onde para além dos ideais ultras, prevalece a devoção Farense!