terça-feira, 29 de abril de 2014

Histórias!

Algures na década de 80, não sei precisar o ano e aborrece-me profundamente fazer esse trabalho de pesquisa. Era um puto e o meu pai começa a levar-me a futebol, é das primeiras "embora escassas" memórias de seguir o nosso Farense.Farense desloca-se a Olhão, lembro-me do estádio estar a pinha, estar as cavalitas do meu velhote na bancada do lado da prisão, quando uma grande confusão se gera no campo, na altura não me apercebi do que...mais tarde tive conhecimento, o Paco Fortes "numa jogada pacata, pontapea nas partes baixas um jogador do Olhanense e automaticamente começa a correr para o balneário onde se tranca. Lembro-me, ainda na bancada do meu Pai dizer " vamos embora que isto vai ficar feio...", de facto de volta a Faro era só policia a passar no sentido oposto.
Ao encontrar  este artigo de jornal,vejo que o nosso Paco Fortes gostava de confusão com o pessoal de Olhão!
Ao ser presente a Juiz,no chegou a ser julgado, pois a porta do tribunal estavam imensas pessoas pedindo a sua absolvição. Grande Paco Fortes!! Uma figura ímpar na história do nosso clube, quer como jogador, quer como treinador, sendo em Portugal dos treinadores que mais tempo esteve nos comandos técnicos de uma equipa . Era fascinante ver o Paco Fortes no banco do Farense,a sua loucura, a sua raça,a sua paixão pelo Farense, o pedaço de relva que não crescia em frente ao seu lugar no banco...


domingo, 27 de abril de 2014

"Carta de um ultra wannabe"

"Hoje cheguei a casa realizado. E por culpa de uma claque, de seu nome South Side Boys. Sou de Tavira e trabalho em Lisboa, fins de semana incluídos, razão pela qual são raras as deslocações do Farense onde posso acompanhar a equipa. Hoje, pude estar presente, finalmente: meti-me no barco e fui ao Seixal. Cheguei já o Farense ganhava 1-0 e os South Side faziam a festa habitual. Não tive vergonha: pedi bilhete para a bancada visitante, juntei-me a eles e cantei. Cantei a plenos pulmões, porque apesar de não pertencer à claque, já decorei as músicas todas, de tanto as ouvir no São Luís. Aí, na nossa casa, nunca posso ir para aquela bancada, a única bancada onde gostava de estar, porque ainda não sou sócio do Farense e mandam-me sempre para a bancada "visitante". Desterrado para essa zona, canto sozinho, acompanhando os SS desde longe.
Hoje, por 90 minutos, mais descontos, fui um ultra. Sem adereços do Farense, porque o cachecol está em Tavira, e sem grandes conversas, porque sou mesmo assim, só cantei. E aplaudi, claro. E nessa hora e meia, o sentimento de orgulho, de pertença a um clube, a uma cidade, a uma região, encheram-me o corpo e a alma de uma alegria indescritível.

Não sou Farense de berço. Nasci em Faro, como toda a gente no Algarve (ou quase), mas sou de Tavira. O meu pai é benfiquista de coração, nada o liga a Faro e por isso nunca me instigou qualquer sentimento pelo Farense. Cresci com as façanhas do Farense, mas ainda muito jovem o clube hibernou, entrou num estado de coma profundo. O tempo passou, o sentimento de benfiquismo que havia desde criança perpetuou-se... mas eis que o Farense renasceu, e o meu sentimento renasceu com ele. Não sou Farense de berço, mas fui-me tornando Farense de corpo e de alma. Vou aos jogos sempre que posso, estou a evangelizar gente em Tavira e em Lisboa e quero mais, muito mais. E hoje, naquele Caixa Futebol Campus, no Seixal, percebi o que já sabia há muito tempo mas não se tinha ainda manifestado: sou ultra de coração. Ultra Farense. Estar ao lado dos South Side a apoiar o clube é como um vício, uma droga: já passaram horas e horas desde que o jogo acabou e ainda continuo com todas as músicas em loop na cabeça, sem parar. Quero mais disto, quero isto todas as semanas. Para já, sou um ultra wannabe, mas o sentimento, esse já não sai daqui."

Benfica B 0-2 FARENSE




sexta-feira, 25 de abril de 2014

A luta continua!

Faro sempre foi uma cidade apaixonada pelo Futebol e pelo seu Farense.Décadas de 80/90, lembro-me do S.Luis cheio, independentemente de quem fosse o adversário, mas independentemente deste fanatismo pelo Farense e pelo futebol, o que é certo é que existia o 2ºclube, o 2ºamor...é certo que quando se defrontavam, os farenses não hesitavam em apoiar o clube da sua terra, mas existia o 2º amor. É aqui que os South Side vêem marcar a diferença, mostrar uma diferente maneira de estar, UMA CIDADE, UM CLUBE! A Clubite sempre existiu e continuara a existir, assim como a nossa luta que nasceu e veio para ficar, a clubite é algo esta enraizado na cultura Portuguesa e não é fácil mudar maneiras de estar de uma vida, quando são constantemente instigadas para tal pela nossa comunicação social, apenas pessoas com carácter são capazes de dar esse passo, a esperança esta nas gerações mais novas e é ai que nos temos destacado ao ver a quantidade de jovens que se juntaram aos South Side nas ultimas duas épocas, este é o caminho. No entanto os South Side já teem alguns velhotes, alguns deles que já sentiram a clubite mas esta cruzada fez-os mudar (sim, é possível!), no entanto viverão sempre com o fantasma da clubite, pois aos olhos do comum mortal infectado por clubite, tal mudança não é possível. Ao longo desta semana, com as comemorações do titulo pelos Benfiquistas, tenho visto muitos S.S. simplesmente manifestarem o seu Farensismo, apelando ao apoio do clube da terra, o que para meu espanto levantou algumas manifestações desagrado por parte de Farenses/Benfiquistas que questionavam se seriam menos Farenses por terem dois clubes...não vai ser fácil mudar mentalidades destas, mas espero mudar algumas. Enchi-me de orgulho em ver a nossa causa defendida tão afincadamente, cada vez menos sós nesta luta! Mudar mentalidades antes de encher a bancada, este é o caminho! E só sendo coerentes com nós próprios conseguiremos mudar os outros, para os que ainda estão com alguns conflitos de personalidade...desliguem a t.v. , não leiam jornais desportivos e apareçam na sede para viver o Farense! Força Rapazes!
 FARENSE SEMPRE


domingo, 20 de abril de 2014


FARENSE 1-1 Atletico









Sporting B 3-3 FARENSE

Não era um jogo em que estivesse em causa a subida de divisão,nem tão pouco estava em causa a permanência...era um apenas mais jogo e de Faro arrancaram dois BuSS com 120 ultras e em Alcochete estariam outros 20 a nossa espera. É ISTO!!!!!!!! Não interessa o Adversário, apenas estar presente onde quer que jogue o clube da nossa terra, não temos que ser movidos pelo sucesso, mas sim pelo orgulho pelo clube da nossa terra! Para esta transferta não se tinha que madrugar,nem tão pouco 1000km (uma realidade para nos de 15 em 15 dias...) nos esperavam pela frente, podia acordar sem despertador, almoçar em casa e arrancar calmamente para Alcochete,um Domingo de transferta atípico. Sem aspirações nesta recta final de campeonato os ultras não desmobilizaram...pelo contrario,realizaram a maior transferta da época, tirando a que realizamos a Portimão (250 ultras presentes) e mobilizaram-se para uma curta e fantástica viagem! BuSS lotadissimos, excelente ambiente para esta curta viagem até Alcochete, onde chegamos em cima da hora do jogo. A realidade dos Spotters fez-se sentir (como esperado) e os procedimentos levaram a uma entrada tardia no recinto, perdendo dois golos do nosso Farense, logo na fase inicial, uma frustração para quem segue o seu clube e no futuro devemos acautelar estas situações em certos jogos que tenham a presença dos Spotters, pois não me disponho a percorrer tantos km para perder quase metade de uma parte do jogo por causa dos procedimentos. Para mais,num jogo que acabou 3-3, vi 3 golos do Sporting e apenas um do meu clube...é frustrante. Mas o seu sabor foi intenso, pois de 0-2 presenciar a reviravolta para 3-2, o golo do empate a 15m do final foi a loucura num sector que entrou em campo forte ,manteve-se forte e acabou fortissimo no apoio constante ao nosso clube sem nunca desmotivar com a alteração do resultado, nem nunca deixar de acreditar e de fazer os nossos jogadores acreditarem que era possível. É ISTO!! Boa transferta, excelente jogo de futebol e uma fantástica tarde de Domingo junto dos amigos a apoiar o S.C.Farense, o que mais podia pedir? Só uma cervejinha durante o jogo como nos bons velhos tempos, mas os tempos mudam e a realidade do nosso Futebol já não nos permite tal... Com uma viagem de regresso não muito diferente da de ida, regressamos a nossa capital onde não chegamos de madrugada para variar... FARENSE SEMPRE!!!!








sábado, 12 de abril de 2014

FARENSE 1-0 Porto B

Jogo de velhas tradições...noutros tempos, que se arrastam a década de 80, este jogo era sinonimo de estádio cheio, um verdadeiro inferno para as gentes do Norte. Um jogo que despertava sempre velhos ódios e que resultava sempre em tumultos. Mas os tempos mudaram...e a recepção ao Porto B  foi feita como se outro adversário fosse, não se realizou concentração, não houve coreografia, não houve tumultos, apenas um estrondoso apoio!
Folga num Domingo de futebol...bem haja!!! Cedo me coloco no estádio, em mim este jogo desperta sempre um nervosinho especial...nestas duas décadas de vida, muitas histórias resultam deste embate, mas esta época já tínhamos ido ao Porto e nada de especial se passou. Não gosto muito do jogo as 15h, pois é sempre sinonimo de bancada pouco composta na fase inicial do jogo,não deveria ser assim num Domingo de futebol, mas a sede ja apresentava um bom movimento. Umas fresquinhas com os amigos e siga para a relote para mais umas fresquinhas com os amigos pois o tempo bem convidava para isso, VIVA O ALGARVE! Uma hora antes do inicio do jogo chegam uns15super (Algarve e Olhão) escoltados...( Mais tarde ou mais cedo o inevitável acontecera...). Entrar em campo e começam os loucos 90minutos! Que jogo...que intensidade de apoio, que belo cântico novo, que bela vitória e que fantástico Domingo! Pouco mais tenho a dizer sobre este jogo... com pouco mais a aspirar esta época e com o objectivo quase garantido, se é que já não o esta (nunca fui muito bom a matemática), resta-nos continuar a divertir na bancada como o temos feito e arrastar esta equipa para um final de época digno para o nosso clube!DOMINGO TODOS A ALCOCHETE!!! FARENSE SEMPRE!!





quinta-feira, 3 de abril de 2014


Resumindo



18-04-08...o dia do primeiro post desta minha taberna como já lhe apelidaram, prestes a fazer 6anos, foi aqui que fui buscar a inspiração perdida a muito para escrever. O que começou por ser um espaço para partilha memorias, experiências, passou a ser uma ferramenta de trabalho na propagação do Farensismo, do bairrismo e de combate a clubite. Seria um crime fechar esta taberna neste momento em que os South Side Boys vivem o melhor momento da sua história e se preparam para fazer 20anos.
Nesse caso...siga mais uma rodada!
Esta época esta a ser uma verdadeira montanha russa...depois de um inicio atribulado, em que os jogadores eram todos um Merd*, passamos por um período de 10 jogos sem perder, em que os jogadores eram todos os maquinas e já se falava em subida de divisão, mas a realidade acabou por não ser bem essa...entramos num período em que não conseguimos fazer uma serie de 3 jogos sem perder para podermos escalar na tabela e os jogadores voltaram a ser uma merd*...o que posso eu concluir disto? Os Farenses são bipolares! Oram estão muito bem, como estão muito mal...mais uma vez vos digo, metam os pés na terra. Isso são sintomas de adeptos dos grandes, oram ganham e vão ser campeões oram perdem e rasgam o cartão. Nos somos de Faro, uma cidade de 60 mil habitantes, adeptos do S.C.Farense, um clube com 2000 sócios e pertencentes aos South Side Boys, um grupo com pouco mais de 200 elementos...o orçamento do nosso clube é o que todos nos conhecemos e o nosso passado recente não pode ser esquecido.  Com plantel limitado, onde já saíram bons jogadores e entraram outros menos bons, o nosso treinador foi para o Braga e vocês estavam a espera do que? Subir? O nosso objectivo esta quase cumprido...a manutenção! Só nos resta é fazer uma saída digna e para tal temos que estar presentes em numero e fortes no apoio TODOS OS JOGOS! Não compreendo a falta de motivação pelo adversário ser mais fraco, ou já não se aspirar a subir...a nossa motivação é o S.C.FARENSE e só nos interessa quando e onde vai jogar, seja na Safol, em chaves, Funchal ou Dragão!!!  Temos que motivar e cobrar dos jogadores, não é ofendendo mas sim apoiando!
Ora, neste meu período de ausência muito se passou, ja recebemos visitas no S.Luis, honra a Máfia pelo respeito demonstrado na sua estadia por Faro, com boa presença no S.luis, respeito com respeito se trata. Já defrontamos os B dos grandes, indo ao Porto e recebendo Benfica e Sporting, em ambos houve presença de ultras adversários , tivemos a recepção ao portimonense em que ganhamos num jogos fenomenal e cheio de histórias. Presentes no apoio as camadas jovens, no futsal e basket, este é o espírito! Dos meus só consigo dizer coisas boas, presentes e todos os jogos, seja em caso seja fora, umas vezes menos outras vezes mais mas sempre com boa atitude. Não posso dizer que todos os jogos foram fantásticos em termos de apoio pois o nível de exigência na bancada esta muito elevado , mas os que não o foram estiveram-se pelo muito bom! É engraçado o resultado da energia da malta nova e a mentalidade dos velhotes, os jogos são a um ritmo muito intenso e os cânticos novos que têm surgido são muito bons.Resta-nos estes últimos jogos para fazer com que os jogadores honrem esta camisola até ao final, gostava de ver nestes últimos jogos o sector10  como o vi , quando o nosso Farense tinha o melhor desempenho da época...quase cheio! E só depende de nós fazer com voltemos a ser mais nos jogos, quer em casa quer fora!

FOTO-REPORTAGEM 

FARENSE - Sporting B






Atlético - FARENSE 




FARENSE - Benfica B






Trofense - FARENSE



FARENSE - Beira-Mar




FARENSE - Portimonense






















Penafiel - FARENSE



FARENSE - Leixões



Aves - FARENSE




FARENSE - Santa Clara



A.C.Viseu - FARENSE


FARENSE - Moreirense





Braga B - FARENSE



FARENSE - Maritimo B



Tondela - FARENSE



FARENSE - U.Madeira



Covilha - FARENSE



FARENSE - Chaves




 

Oliveirense - FARENSE



FARENSE - Feirense